Qual a relação ente impotência e câncer de próstata

Para quem não sabe, o câncer de próstata é uma doença maligna que é a mais comum nos homens do mundo inteiro, exceto pelos casos de câncer de pele.

A estimativa é de cerca de 1.300.00 de novos casos sendo diagnosticados todos os anos no mundo inteiro.

Nos países mais industrializados, a grande maioria dos casos acaba recendo ainda uma diagnóstico bem inicial. Já nos países que estão em desenvolvimento, a doença normalmente é descoberta quando já está em estágios mais avançados.

A impotência sexual, por sua vez, é uma das maiores preocupações dos homens acometidos pelo problema de câncer de próstata, bem como dos médicos envolvidos no tratamento também.

Diversos estudos e literaturas médicas revelam que esse efeito colateral à doença pode ser algo bastante comum, mostrando uma ampla variação de ocorrência que vai de 8 a 91% dos casos de câncer de próstata tratados com radioterapia ou procedimento cirúrgico.

Essa grande variação nas porcentagens ocorre por alguns fatores que acaba tornando mais complexa a comparação entre diferentes grupos de pacientes.

A quantidade de informações coletadas em casa estudo apresenta diferenças em relação ao outros estudos, tal como as características de casa homem e o estágio da doença, bem como a experiencia da equipe medida.

Além disso, a ocorrência da impotência sexual em casos de câncer de próstata é um evento considerado multifatorial, cujo risco só pode ser determinado analisando cada caso individualmente.

Mais do que isso, em alguns casos, a impotência sexual pode ser apenas um sintoma inicial da doença, que ocorre quando há um rompimento da cápsula prostática e infiltração nos nervos que passam pela próstata e conduzem o estímulo ao pênis.

Quando a queda no desempenho sexual ocorre, é preciso considerar também o processo natural de envelhecimento do homem, que comumente não tem relação com a presença de um câncer de próstata, por exemplo, neste caso suplementos naturais como o Tittanus, costumam resolver o problema em poucos dias.

E desempenho sexual também pode ser influenciado pela diminuição da libido, que é um efeito comum tanto durante quanto depois do tratamento para impotência.

Isso porque o desejo sexual também pode ser influenciado por fatores psicológicos que tenham relação com o diagnóstico de câncer de próstata ou com o tratamento em si.

Infelizmente, nesses casos os medicamentos orais não costumam surtir efeito, sendo uma ótima opção os medicamentos injetáveis ou o uso de próteses.

This entry was posted in Bem Estar. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *